quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Chuva No Sertão
Radio Ação FM 98,504:13 0 comentários


Um fenômeno denominado Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN) fez chover forte nesta quarta-feira (4) no Agreste pernambucano. Cidades como Sanharó, por exemplo, registraram 106 mm de chuva em apenas seis horas. Na terça-feira (3), também por conta do VCAN, choveu bastante no Sertão, nos municípios de Afrânio, Dormentes, Triunfo e Santa Filomena.
O VCAN é um sistema meteorológico caracterizado por centros de pressão relativamente baixa nos níveis mais altos da atmosfera, que giram em sentido horário, fazendo com que o ar seco desça para a superfície, gerando a formação de nuvens. 
Thiago do Vale, meteorologista da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), informa que não é incomum chover tanto assim no interior essa época do ano. “O VCAN não necessariamente ocorre nesse período, mas não é anormal que aconteça. Às vezes ele se dá na Paraíba, no Rio Grande do Norte ou no Ceará e nem chega a Pernambuco, é muito relativo”, disse.
A cidade onde mais choveu no Agreste do Estado foi Sanharó, com registro de volume de chuva de cerca de 106 mm, mas a precipitação elevada também atingiu Correntes (40 mm) e Poção (38 mm).
Ontem foi no Sertão que o calor deu uma trégua. Em Afrânio e Dormentes, ambos localizados no Sertão do São Francisco, choveu 57.2 e 55 mm, respectivamente. Em Triunfo, Sertão do Pajeú, o volume de chuva chegou a 54 mm e em Santa Filomena, na área central da região, a precipitação foi de 32 mm.
“Nossa expectativa é que, com a passagem do VCAN, as chuvas cessem no interior”, afirmou Vale.

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Orquestra Criança Cidadã se apresenta para o papa Francisco
Radio Ação FM 98,516:37 0 comentários



Grupo se apresentou em um concerto privado na Sala Clementina, no Vaticano

Publicado em 31/10/2014, às 11h30


A Orquestra Criança Cidadã, projeto social recifense que resgata crianças e adolescentes carentes da capital pernambucana por meio da música, se apresentou em concerto privado nesta quinta-feira para o papa Francisco, na Itália. O convite veio da organização Catholic Fraternity, associação privada de direito pontifício. 
O concerto, realizado na Sala Clementina, no Vaticano, foi sob a regência do maestro Nilson Galvão Jr. e teve um repertório basicamente erudito e sacro. Crianças executaram obras como Concerto de Brandenburgo nº 3, de Bach, As Quatro Estações, de Vivaldi, e trechos da Serenata, composta por Tchaikovsky. A violinista japonesa Yoko Kubo fez uma participação especial com solos. 
Além das seis músicas ensaiadas para o papa, o repertório que a orquestra preparou inclui outras 16 composições extras. “Durante o nosso percurso na Itália, também acompanharemos a comunidade católica Canção Nova e, nessa comitiva, vamos executar alguns arranjos”, diz o maestro. “Será um momento valioso para a orquestra. Basta pensar que conseguimos passar pela peneira dos 5 mil pedidos anuais de grupos musicais que desejam tocar para o papa”, completa Nilson, com base no número informado pelo cerimonial do Vaticano. 
O concerto privado para o papa Francisco foi feito paralelamente à 16ª Conferência Internacional da Associação Privada de Direito Pontifício, de 30 deste mês a 2 de novembro, que tem como tema “Louvor e adoração para uma nova evangelização”.

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Em Pernambuco, cães e gatos devem receber vacinação contra a raiva neste sábado
Radio Ação FM 98,513:05 0 comentários

Secretaria de Saúde estima que mais de sete mil postos estarão disponíveis


29/10/2014 20:11 - Luiz Filipe Freire, com informações da assessoria


A Campanha Nacional de Vacinação Antirrábica Canina e Felina acontece neste sábado (1º). Em Pernambuco, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) espera vacinar 890 mil cães e 386 mil gatos, totalizando 1,2 milhão de animais recebendo a prevenção. Os bichos devem ter a partir de três meses. A única contraindicação é para fêmeas no estágio final da gestação.
Para a ação, realizada pelas prefeituras com o apoio do Estado, serão oferecidos 7.350 postos de vacinação. A medida é essencial para evitar qualquer caso de raiva humana, já que a doença que afeta os animais é provocada por vírus e infecciosa. A enfermidade é 100% letal, transmissível de animal para animal e de animal para o homem, por meio da saliva. A passagem do vírus se dá no momento da mordida, arranhão e lambedura de qualquer mamífero infectado.
Os cães são responsáveis pela maioria dos casos de transmissão para o homem. Animais silvestres, como morcegos, raposas e macacos, também podem transmiti-la. Cabe aos serviços municipais de Saúde o controle da transmissão da doença na zona urbana, e à Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro), adotar medidas nas áreas rurais.
O último caso de raiva humana em Pernambuco foi registrado em 2008, no município de Floresta. A transmissão foi por um morcego. Por cão, o último caso registrado foi em 2006. Nos animais, a doença também vem decrescendo no Estado. Em 2012, foram registrados dois casos em cachorros. Em 2013 e 2014, não houve registro.

Refluxo intenso pode ser tratado com cirurgia.
Radio Ação FM 98,512:35 0 comentários

É comum as pessoas sentirem queimação no peito e gosto amargo na boca após uma refeição farta ou quando abusam de bebidas alcoólicas, café e chocolate, e ao deitarem logo após o consumo de alimentos. Esses são os sintomas do refluxo gastroesofágico, que ocorre quando o ácido presente no estômago para auxiliar a digestão retorna para dentro do esôfago, e quando ocorre esporadicamente é considerado fisiológico, ou seja, normal. 

O médico Christiano Claus, do Instituto Jacques Perissat (IJP), uma das principais clínicas de cirurgia minimamente invasiva do aparelho digestivo de Curitiba, explica que se o refluxo ocorrer com maior intensidade e frequência, o problema passa a ser considerado patológico e interfere na qualidade de vida das pessoas.

Segundo o médico, o refluxo patológico surge devido à fraqueza de uma válvula, conhecida como esfíncter esofágico, que se localiza na parte inferior do esôfago, e é responsável por evitar que o ácido presente no estômago retorne ao esôfago. "A principal causa para a fraqueza da válvula é a hérnia de hiato", define Claus. Existem pessoas que apresentam refluxo tão intenso, que o ácido pode alcançar a garganta, causando tosse crônica, sensação de engasgo e alteração da voz. "Quando há suspeita de refluxo gastroesofágico, a endoscopia é o primeiro exame a ser realizado para confirmar o diagnóstico", recomenda. 

Uma vez confirmado o diagnóstico, é aconselhável iniciar o tratamento à base de medicação com propriedades de reduzir a acidez e aumentar a motilidade gástrica. "Além disso, mudanças de comportamento podem contribuir para diminuir o problema como, por exemplo, perder de peso, reduzir o tabagismo e o consumo de café, chocolate e frutas cítricas e não deitar após as refeições", orienta o médico do IJP.

O tratamento com remédios é realizado de 30 a 60 dias e a maioria dos pacientes tem melhora completa dos sintomas. Entretanto, é comum após algum tempo o retorno do refluxo. Para esses casos recidivantes e intensos, a cirurgia passa a ser uma opção. A cirurgia antirefluxo consiste em corrigir a hérnia de hiato e confeccionar uma nova válvula para impedir o problema.

"Atualmente, o procedimento é feito por laparoscopia. São 4 ou 5 pequenas incisões, menores que 1 centímetro, e os pacientes ficam menos de 1 dia no hospital", ressalta o cirurgião. Apesar de restrições alimentares nas primeiras semanas após a cirurgia, a técnica cirúrgica mini-invasiva causa pouca dor pós-operatória e permite o rápido retorno às atividades habituais. "Quando bem indicada e realizada, a satisfação dos pacientes é de 98%", destaca Claus.